Bolonha | 10 motivos para incluir em seu roteiro na Itália

Bolonha é a capital da região Emília-Romanha, possui cerca de 400 mil habitantes e certamente deve ser incluída em seu roteiro na Itália.

Localizada no centro-norte da Itália é uma cidade universitária cheia de história, cultura , gastronomia e muito mais.

Nesse artigo vou te mostrar 10 motivos para incluir Bolonha em seu roteiro na Itália, como chegar, o que fazer e as melhores dicas.


1 – Localização – Como Chegar em Bolonha ?

De avião: Bolonha está estrategicamente localizada no centro-norte da Itália, possui um aeroporto com voos que chegam e partem de vários locais da Itália e outros países da Europa. 

O taxi do aeroporto ao centro fica em torno de 15 a 20 euros, outra opção é o Aerobus que sai do aeroporto para o centro ao custo de 6 euros por pessoa.

De trem é fácil, barato e rápido, e você encontra tickets das principais cidades da Itália como Milão, Veneza, Roma e Florença entre outras menores.

De carro você estará com excelentes estradas e se você estiver em road trip pela Itália, Bolonha não pode ficar de fora de seu roteiro.


2 – História

Bolonha pertenceu ao império Etrusco desde antes de Cristo, passou pelo Império Bizantino. 

Você verá arquitetura medieval, traços do barroco e renascentismo, Bolonha respira história e certamente é um excelente motivo para incluir em seu roteiro na Itália.

Abaixo listo os principais museus da história da cidade:

Museo Civico Archeologico

La Macchina del Tempo

Museum of the History of Bologna

Museo Civico Medievale

Museo Memoriale della Libertà

Palazzo Pepoli Vecchio – Museo della Storia di Bologna

Museo Civico del Risorgimento

Cosmos


3 – Cultura

Bolonha é riquíssima em cultura, acredito pelo fato de lá estar presente a Universidade Bolonha, a universidade mais antiga da Europa, fundada em 1088, ali passaram grandes nomes e certamente deve ser incluída no seu roteiro na Itália.


4 – Arte

Bolonha é riquíssima em arte, se você é um apreciador, listo aqui os principais museus de Arte de Bolonha.

Museo di Palazzo Poggi

Pinacoteca Nazionale di Bologna

MAMbo – Museo d’Arte Moderna di Bologna

Collezioni Comunali d’Arte

Palazzo Pepoli Campogrande

Casa Morandi

La Quadreria – Palazzo Rossi Poggi Marsili

Quadreria Zambeccari

Museo della Sanità e dell’Assistenza


5 – Centro histórico

Em Bolonha sugiro começar seu roteiro pelo centro histórico, mais precisamente na Piazza Maggiore em seus arredores encontram-se lojas, , museus, galerias, bibliotecas, bares e as ruas cheias de empórios com o melhor da gastronomia italiana. 

A Piazza del Nettuno e a Piazza Re Enzo ficam ali do lado e também contam com algumas atrações que devem ser visitadas em Bolonha.

O que fazer no centro histórico de Bolonha:

Fontana del Netuno

A fonte do deus dos mares é um dos símbolos da cidade, fundada em 1563 e projetada pro Giambologna.

Basílica de São Petrônio

A Basílica de San Petrônio construída para ser a maior igreja do mundo, hoje assume a quinta posição, sua construção começou em 1390 e foi interrompida em 1663, e nunca foi concluída. Revestida de mármore branco e rosa, a parte superior ainda é de tijolos. 

Palazzo del Podestá

O Palazzo del Podestà, é um complexo arquitetônico do século XIII formado por 3 edifícios (Palazzo del Podestà, Palazzo Re Enzo e Palazzo del Capitano).

Palazzo Re Enzo

Construção medieval contruída em 1244 e 1246. Re Enzo, nome do Palazzo, foi filho de Federico II, e ali foi feito prisioneiro por 23 anos até sua morte. 

Palazzo Comunale

Palazzo d’Accursio é um conjunto de edifícios que, foi centro do poder político de Bolonha, hoje o edifício é sede de alguns museus de Bolonha.

 

Vai viajar para Itália ?

Não deixe de fazer seu seguro viagem que é obrigatório para entrada na Europa.


6 – Compras

O centro histórico é repleto de comércio, só ali você já terá o suficiente para gastar algumas horas passeando.

Na Via Indipendenza, nessa avenida você encontra lojas de roupas e calçados, marcas de grandes cadeias e pequenos comércios locais.

Na Via Rizzoli, próximo as duas torres você encontrará grandes lojas de departamento e a apple store.

A Via Ugo Bassi possui comércios mais populares e preços mais acessíveis. Lá é um bom local para encontrar artigos para casa e utensílios de cozinha, que tal montar seu kit de cozinha italiano ?

Na via Farini ficam lojas de grife e multimarcas, Gucci, Prada, Louis Vuitton entre outras marcas de luxo possuem vitrines por ali.

Itália é referência em design, portanto, mesmo que não comprar nada, olhar as vitrines é de encher os olhos.


7 – Torres de Bolonha e vista do alto

Sempre que visito uma cidade procuro algum lugar que tenha uma vista do alto, Bolonha não decepciona nesse ponto, suas torres atendem muito bem essa minha necessidade.

As principais torres de Bolonha são as torres Asinelli e Garisenda. A torre Asinelli é a maior delas e possui 498 degraus, vale a visita e é um ótimo motivo para incluir Bolonha em seu roteiro na Itália. 

Para subir o valor é de 5 euros (adultos). Tarifa reduzida de 3 euros (consulte condições no local).


8 – Pórticos

Não tem tempo ruim para visitar Bolonha, isso porque a cidade possui cerca de 40 km de pórticos. Mas o que são pórticos ?

Pórticos é o local coberto à entrada de um edifício, de um templo ou de um palácio. Pode se estender ao longo de uma colunata, com uma estrutura cobrindo uma passarela elevada por colunas ou fechada por paredes. 

Os pórticos estão por todo o centro histórico, restaurantes e museus, ou seja, choveu, ventou, fez muito sol, caminhe pelos pórticos que não tem erro, e esse é um grande motivo para incluir Bolonha em seu roteiro na Itália.


9 – Cores

A cidade é cheia de construções medievais e possui cores avermelhadas, é inclusive conhecida como a cidade vermelha. Veja algumas fotos que retratam esse fato.


10 – Gastronomia

Por último mas não menos importante, a gastronomia sozinha já seria um motivo para incluir Bolonha em seu roteiro na Itália.

Para conhecer um pouco dos gostos e cheiros de Bolonha eu sugiro visitar os mercados locais da cidade, no centro histórico, e é possível fazer o circuito todo a pé.

No Mercato di Mezzo, aprecie os ingredientes locais, caminhe pelas ruas que ficam bloqueadas para passagem de carros, visite os empórios, e lojas locais cheias de tradição e muita comida boa,

Bolonha é a região da mortadela, do parmiggiano-reggiano, do ragú, do aceto balsamico e dos vinhos Sangiovese, Lambrusco e Trebbiano.

Por lá eu comi na: (listar)


Dicas Gerais de Bolonha

Atrações Turísticas

A cidade pode ficar bem cheia durante a alta temporada, para subir na torre, por exemplo, procure comprar seu ingresso logo cedo pois acaba rápido.

Transporte Público

O ônibus custa 1,50 euros, não há cobrador, você deposita as moedas e o ticket é impresso dentro do ônibus. Atenção, a máquina não devolve troco, leve moedas trocadas.

Chip de Internet

Se você for comprar um chip de internet na Itália, procure uma loja da Vodafone ou Tim, as maiores operadoras de telefonia na Itália. 

Em 2019 um chip de 20gb me custou 25 euros e válido por 30 dias.


Onde se hospedar em Bolonha ?

Hotel Astor – 2 km do centro, mas há ponto de ônibus a 50 metros do hotel. 

Nuovo Hotel – Região central porém mais caro.


Na região de Bolonha não deixe de visitar a cidade Parma, conheça esse roteiro de 1 dia nessa cidade medieval na Itália.

 

pinit fg en rect red 28 - Bolonha | 10 motivos para incluir em seu roteiro na Itália

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *