Havana – Cuba: Guia Completo

Resumo do Artigo:

Nesse artigo você encontrará:

Havana Cuba: O que fazer em Havana – Cuba | O que visitar | Quando ir | Como Chegar | Orçamento| Transporte | Museus | Praias | O que comprar | Compras | É seguro viajar para Cuba | Moeda | Câmbio | Aduana | Imigração | Visto |Vacina febre amarela|Internet|Chip Internet|

havana cuba 1 1024x540 - Havana - Cuba: Guia Completo
Capitólio – Havana

Havana é a capital de Cuba e uma das 14 províncias desta república, antes da Revolução Comunista, Havana era um dos lugares mais populares do Caribe. 

Desde que reabriu as portas para o turismo desde os anos 90, tornou-se novamente um destino popular,  portanto, existem muitos turistas em qualquer época do ano.

A população de Cuba é muito receptiva e certamente você terá uma experiência incrível em Havana – Cuba.


Como Chegar em Havana – Cuba

Havana possui o principal aeroporto de Cuba, de lá chegam voos do mundo todo.

Saindo do Brasil as melhores opções são via Copa Airlines que faz conexão na Cidade do Panamá.

Você também poderá voar com cias americanas como a American Airlines, nesse caso seu voo terá conexão nos Estados Unidos, normalmente em Miami.

Voando Latam sua conexão deverá ser em Lima – Peru.

Voando Avianca com conexão em Lima ou Bogotá.

O Terminal 1 do aeroporto é para vôos domésticos, o Terminal 2 é principalmente para vôos fretados dos Estados Unidos e o Terminal 3 é usado para todos os demais vôos internacionais.

Por via marítima: Devido a circunstâncias políticas, é difícil entrar em Cuba por via marítima, dessa forma apenas embarcações previamente autorizadas podem entrar e sair de Cuba. Há cruzeiros pelo caribe que incluem Cuba na rota.


Visto para Cuba

O visto cubano de turismo é chamado de “Tarjeta Turística”, ou cartão turístico.

É uma autorização que permite que cidadãos estrangeiros visitem Cuba a turismo por até 30 dias, prorrogáveis por mais 30, se necessário.

O visto de Cuba pode ser obtido indo pessoalmente ao consulado do país. No Brasil existem 4 representações diplomáticas cubanas em funcionamento: a Embaixada, em Brasília, e mais 3 Consulados Gerais, em São Paulo, Salvador e Manaus.

O viajante, caso viva numa cidade onde não há representação consular cubana, e queira garantir seu visto de Cuba com antecedência, pode solicitá-lo por Correio junto a Embaixada/Consulado da jurisdição de onde mora.

Para quem viaja a Cuba com a Copa Airlines, fazendo a conexão na Cidade do Panamá, a empresa oferece aos seus passageiros o visto cubano no balcão de check in, no momento do embarque. O turista não precisa se preocupar em conseguir o documento com antecedência, basta solicitar ao atendente e pagar uma taxa de US$20. Essa é a forma mais prática, no entanto só é válido para quem viaje com a Copa Airlines (considere isso ao comprar suas passagens).

Na Latam você poderá solicitar o cartão turístico/visto na sua conexão em Lima, assim como para quem viaja com a Avianca, nesse caso o visto deverá ser solicitado na conexão em Bogotá.

Caso você viaje de cruzeiro marítimo, deverá consultar a operadora da embarcação que deverá providenciar o visto/tarjeta.


Imigração e Alfândega 

O controle de imigração é alfândega em Cuba são bastante rigorosos – os inspetores aduaneiros levam seu trabalho muito a sério e examinam todos os itens eletrônicos e outros itens suspeitos. Os representantes aduaneiros e os funcionários de migração podem trabalhar muito lentamente, portanto, esteja preparado para a longa espera pela bagagem na entrada do país.

Para algumas coisas como dispositivos de mensagens bidirecionais (transceptor de rádio, equipamento de TV via satélite, walkie-talkies e até drones recreativos) essa inspeção serve qualquer pessoa que entre em Cuba, independentemente do local de partida.

A checagem de bagagem é feita por amostra e nem todo mundo é inspecionado.


Vacina Febre Amarela

Cuba é mais um país a exigir certificado internacional de vacinação contra febre amarela de brasileiros. Essa verificação é feita pela cia aérea no momento do checkin no Brasil e também pelos representantes de imigração ao chegar em Cuba.


Moeda / Câmbio

Em Cuba, a moeda é o Peso Cubano (CUP) e Peso Convertível Cubano (CUC).

Como turista você irá utilizar o Peso Convertível – CUC que foi criado para substituir o dólar americano, que não era usado na indústria do turismo até o final dos anos 90.

É fácil encontrar caixas eletrônicos no centro de Havana, mas lembre-se de que os cartões de crédito e débito americanos não são aceitos em Havana.

Observe que mesmo os cartões de crédito emitidos em outros países podem ser emitidos por um banco cuja empresa controladora seja de propriedade de uma corporação americana. Nesse caso, o cartão não funcionará porque a empresa controladora segue as leis dos EUA. (exemplo – cartões Amex)
Mesmo os bancos pertencentes a empresas de fora dos EUA podem ter uma política de bloquear as operações cubanas para não comprometer os negócios americanos. Antes de sair, sempre entre em contato com o banco ou a empresa do cartão de crédito para descobrir se o seu cartão funcionará lá.

Além disso, os caixas eletrônicos não aceitam MasterCard e Maestro, mas aceitam Visa.

Você pode retirar dinheiro do seu MasterCard nas casas de câmbio. 

Atenção: Uma troca de dólares na Casa de Cambio implicará uma comissão de 10%. Há um deságio ao converter a moeda americana, portanto o mais indicado é levar euros, dólares canadenses ou Libras esterlinas.

Atualmente a moeda CUC está pareada em 1 CUC para 1 euro aproximadamente.

Logo no aeroporto há maquinas de câmbio, minha recomendação é trocar ali mesmo já que não há diferença de cotação de uma casa de câmbio para outra, nem mesmo no centro de Havana você encontrará taxas melhores.


Internet

Nem adiante querer levar ou comprar um chip de internet para usar no seu celular em Cuba.

No entanto há como você se conectar no país, mas a velocidade não é das melhores e nem tão prático.

Para se conectar você deverá procurar os escritórios que vendem cartões de internet por  $ 4,50 pesos conversíveis. 

Alguns hotéis também oferecem wifi, que também será através desses cartões, alguns desses hotéis já incluem o serviço na diária e outros cobram a parte.

Minha sugestão é que você aproveite a limitação da internet por lá e se desconecte por um tempo, dessa forma aproveitará ainda mais a viagem.

O código da cidade de Havana é 7. O prefixo é 0 ou 01 se você estiver fazendo uma chamada dentro de Cuba.

Chamada de emergência – 116. Antecedentes – 113.


Quando ir para Havana – Cuba

Cuba tem um clima predominantemente tropical, com clima quente e úmido durante todo o ano. No entanto, nas montanhas a temperatura é muito menor. 

Cuba é cercada pelo Oceano Atlântico, Mar do Caribe, Golfo do México, a água é quente o ano todo, a temperatura da água no inverno chega a 24 ° C, na primavera e no outono a temperatura é de 26 ° C e no verão de 28 ° C. 

Os meses de agosto e setembro são épocas de furacões naquela região, ainda sim, Cuba possui baixo risco de ser impactada.

Portanto, toda hora é hora de ir para Cuba.


O que fazer em Havana – Cuba | Principais Atrações

  • Plaza Vieja – uma praça antiga no centro de Havana. Alguns edifícios entraram em colapso, mas existem muitos lindamente restaurados, que, como resultado, se tornaram um Patrimônio Mundial da UNESCO.
  • La Fuerza é a fortaleza mais antiga dos bastiões do Novo Mundo. Atualmente é o primeiro museu marítimo de Cuba. (Há também um pequeno museu naval em Cienfuegos.) O museu preservou exposições do passado marítimo de Cuba desde os tempos pré-colombianos, incluindo uma introdução à história dos Estaleiros Reais de Havana, onde foram construídos mais de 200 navios da frota espanhola. O museu exibe uma enorme cópia de 4 metros do navio “Santism Trinidad”- o maior navio do século XVIII, com 140 canhões em quatro decks de armas. O navio original foi lançado no Golfo de Havana em 2 de março de 1769. Foi um dos quatro navios construídos em Cuba na Batalha de Trafalgar, em 1805. Também preste atenção ao cata-vento original La Giraldilla na forma de uma figura feminina. No segundo andar do museu existem muitos outros modelos históricos e modernos dos navios de Cuba, também é um bom lugar para observar os arranha-céus do porto e da cidade.
  • Catedral de San Cristobal em Havana velha. Este é o único exemplo de uma estrutura barroca que possui características assimétricas: uma das torres é mais larga que a outra.
  • Hotel Havana Libre em Vedado. O hotel foi o lar de soldados de Castro por vários dias após a captura de Havana. Há uma excelente seleção de fotografias no lobby, além do único restaurante de comida rápida 24 horas na cidade.
  • Museu da Revolução – apesar de bem simples vale a visita para saber um pouco mais sobre a rica história de Cuba.
  • Edifício do Capitólio – Arquitetura incrível, vale muito a visita.
  • Visite uma fábrica de tabaco no cruzamento de Penalver e San Carlos, você precisa comprar os ingressos com antecedência para poder realizar um tour em inglês. Lá você pode comprar charutos de fábrica de qualidade na loja.
  • Fábrica de rum de Havana. Faça uma excursão ao clube de Havana, experimente um dos mais famosos rum cubanos.
  • Praça da Revolução é a maior praça de Havana. Ao lado está o impressionante edifício do Ministério do Interior, especialmente notável pelo enorme retrato de Ernesto Che Guevara em uma das paredes. Chegue cedo, porque  fica lotado.
  • Plaza de Armas – A praça espaçosa e elegante é cercada por uma estrutura barroca que lhe confere uma aparência colonial autêntica. A praça foi construída em 1600 para substituir a antiga, que atuava como centro de atividades religiosas, administrativas e militares. Até meados do século XVIII, a praça era destinada a exercícios e desfiles militares. Após sua reconstrução, que durou de 1771 a 1838, tornou-se um local de encontro favorito das pessoas ricas da cidade. Hoje também é chamado Parque Cespedes em homenagem ao fundador do país, cujo monumento fica no centro. Esta praça é uma das mais importantes da cidade, ocupada por negociantes de antiguidades e livros clássicos de literatura latino-americana e mundial. 
  • Mercado San José, um ótimo lugar para comprar souvenirs, ao lado da estação de ferries.
  • Caminhe ao longo da orla marítima de Malecon. Nos fins de semana, os locais fazem uma festa aqui, então traga algo para beber e participar.
  • O Tropicana Show é um show de cabaré que custa 90 pesos conversíveis.
  • Faça um passeio em um carro antigo típico. Custa cerca de 20 a 30 pesos conversíveis por hora para quatro pessoas. Escolha o carro que você gosta perto do Inglaterra Hotel ou atrás da Praça da Revolução.
carros antigos em cuba 1024x683 - Havana - Cuba: Guia Completo
Passeio nos antigos carro de Cuba
praca da revolucao em havana 1024x683 - Havana - Cuba: Guia Completo
Praça da Revolução, parada obrigatória em Havana

Segurança

Havana é bastante segura. A prosperidade da cidade é altamente dependente do turismo, a polícia cubana está em toda parte.

As sentenças de prisão por crimes relacionados a turistas são extremamente severas, o que restringe os moradores locais de cometerem qualquer tipo de violência ou abusos.

Nos restaurantes locais, sempre peça um cardápio ou preço antes de fazer o pedido, pois pode haver preços especiais para os turistas aos quais você é apresentado depois de comer ou beber. 

Se você é homem, esteja preparado para que as prostitutas sempre cheguem até você. Cuidado pois é ilegal, é fácil ir para a prisão por prostituição.


Transporte em Havana – Cuba

Para os turistas, a maneira mais conveniente de viajar é de táxi. Alguns táxis são os velhos Chevys americanos da década de 1950, outros são russo Lada.

Os táxis turísticos mais modernos são Peugeot, Skoda e até Mercedes. É ilegal que os turistas viajem com taxi que não seja um oficial. Uma viagem em um táxi ilegal não será mais barata que a legal e pode atrair a atenção da polícia se você estiver indo ao aeroporto.

As tarifas não são baratas e você deverá pagar em CUC. Via de regra, os motoristas são honestos quanto à tarifa, mas não custa negociar antes, e como bom brasileiro pedir desconto.

Uma alternativa mais em conta são Táxis de coco e triciclos amarelos espalhados por toda Havana. 

Ônibus público só é permitido para quem mora em Cuba.

É possível alugar carro em Cuba.


Restaurantes e Bares

Em Cuba existe uma diferença entre os restaurantes e os paladares.

O nome “Paladar” é usado para designar restaurantes cubanos privados.  Ou seja, são geridos por famílias em suas próprias casas. O nome é originário de uma novela (paixão nacional)  de TV brasileira dos anos 90 que se tornou muito popular no país. A protagonista era dona de uma rede de restaurantes chamada “Paladar”. Nesta época, o governo cubano estava concedendo as primeiras autorizações para que famílias pudessem iniciar este tipo de negócio: uma paladar!

Bodeguita Del Medio – ficou famosa pelos mojitos que Ernest Hemingway bebia e indicava. Não deixe de provar os pratos típicos da Bodeguita: ropa vieja (carne desfiada cozida, acompanhada de feijão e arroz!!!) e moros y cristianos (arroz com feijão misturado). 

 La Floridita – ficou famosa pelo escritor Hemingway.  Tem até estátua de bronze dele junto ao balcão.O local está sempre lotado e com música ao vivo. Os grupos de turistas se divertem, muitas vezes, dançando com os próprios músicos. Não deixe de provar um daiquiri.

Alguns restaurantes, como Hanói, na Brazil Street, oferecem um menu generoso por 5 a 10 pesos conversíveis.

Paladar Dõna Eutimia. Comida muito boa e familiar!

Na Plaza Vieja, os restaurantes e bares dispõem mesas na rua. É uma delícia para uma cerveja no final da tarde!
A sorveteria Coppelia, em frente ao Habana Libre, é um dos melhores lugares de Havana. As pessoas podem esperar uma hora inteira para se sentar. Os preços estão em pesos e pesos conversíveis.

Caso não consiga planejar o local de sua refeição, caminhe por Havana Velha e certamente encontrará um bom local para comer.


Hospedagem

Basicamente há duas formas de se hospedar em Cuba; Os tradicionais hotéis e as casas particulares.

As chamadas ‘casas particulares’ são o modo de hospedagem em Cuba mais recomendado pela maioria dos viajantes que visitam o país. Primeiro porque é uma opção mais barata que a maioria dos hotéis e geralmente mais confortável e limpa também. Além disso, nessas casas você poderá ter uma autentica experiência da vida cubana.

As casas particulares surgiram nos anos 90 e este esquema de aluguel de quartos garante uma renda extra às famílias cubanas, já que o pagamento é sempre feito em CUC (a moeda dos turistas). As casas particulares são registradas pelo governo e também são marcadas pelo seguinte símbolo, que pode ser visto nas portas e paredes de casa por toda Cuba.

As casas particulares geralmente cobram um valor fixo pelo diária do quarto, que dependendo da estrutura e localização, podem variar de 15 a 45 CUC, ou até um pouquinho mais. A maioria das casas também oferece café da manhã e outras refeições por um valor fixo.

Para encontrar a casa particular perfeita para a sua viagem a Cuba, acesse os sites Casa ParticularCuba Casas e Your Casa Particular

O airbnb é outra forma de fazer as reservas de forma mais prática e com resposta imediata na maioria dos casos.

Caso você ainda não tenha cadastro no airbnb, aproveite para se cadastrar e obter um desconto de até R$179,00 na sua primeira reserva.

Por último, os hotéis, é a opção mais cara, nesse caso você não terá muita surpresa já que grandes redes hoteleiras operam em Cuba.

Segue algumas sugestões de hotéis para ficar em Havana, alguns deles fazem parte da história de Cuba além de bela arquitetura. Inclusive vale a visita mesmo que você não seja hospede:

 

Hotel Sevilla 

Hotel Inglaterra

Hotel Nacional de Cuba

Hotel Saratoga – O preferido da Madonna (aproveite para tomar um drink no rooftop) – vista linda de Havana

hotel inglaterra em havana 1024x403 - Havana - Cuba: Guia Completo
Hotel Inglaterra – vale a visita mesmo para não hóspedes

Seguro Saúde

É obrigatório o seguro de saúde para quem viagem para Cuba a turismo. Portanto considere cotar seu seguro aqui, esse site é um comparador das melhores seguradoras e com os melhore preços. Você ainda terá um desconto exclusivo.


Quer saber o que mais fazer em Cuba ? Confira esse artigo sobre Varadero – o paraíso de Cuba.

 

pinit fg en rect red 28 - Havana - Cuba: Guia Completo

1 comentário em “Havana – Cuba: Guia Completo

  1. Pingback: Varadero - Cuba |Dicas, roteiro, o que fazer, como chegar - Vai com Bruno

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *